Galp Energia passa a prejuízo líquido no terceiro trimestre

0

LISBOA (DJ Bolsa/Webtexto)– A Galp Energia disse, esta segunda-feira, que passou a um prejuízo líquido ajustado a custos de substituição no terceiro trimestre, com a descida dos resultados operacionais, apesar de um aumento da produção.

O prejuízo líquido ajustado a custos de substituição — o indicador mais seguido pelos analistas, que exclui a volatilidade associada às flutuações dos preços do petróleo — foi de 23 milhões de euros ($27,4 milhões), que compara com um lucro líquido de EUR101 milhões no período homólogo.

O resultado operacional ajustado a custos de substituição caiu para EUR401 milhões contra EUR619 milhões no mesmo período do ano passado.

O maior impacto negativo para o EBITDA ajustado surgiu do upstream, a área de exploração & produção. A empresa justifica a queda pelos “bastante inferiores preços de Brent e a desvalorização do dólar dos EUA face ao euro, apesar da maior produção no período”.

Já na área comercial, o EBITDA ajustado caiu devido à descida das “vendas de produtos petrolíferos e gás natural”, compensados parcialmente pela “maior contribuição de segmentos de maior valor” e “medidas de preservação de caixa postas em prática”.

A área de refinação também contribuiu negativamente para os resultados operacionais ajustados, “com a atividade de refinação a refletir as severas condições do mercado”, refere a empresa. A margem de refinação recuou para $0,7 negativos por barril face a $3,9 por barril no período homólogo.

Contudo, a produção aumentou face ao trimestre homólogo, com a produção média net entitlement a subir para 132.000 barris por dia, frente a 124.000 barris por dia. O crude processado pelas refinarias cresceu para 23,4 milhões de barris, face a 20,6 milhões de barris registados no terceiro trimestre do ano anterior.

O prejuízo líquido não ajustado foi de EUR106 milhões face a um lucro líquido de EUR60 milhões no trimestre homólogo. O prejuízo líquido não ajustado considera um efeito de stock de EUR2 milhões e eventos não recorrentes de EUR85 milhões negativos.

No total dos primeiros nove meses do ano, o prejuízo líquido ajustado a custos de substituição foi de EUR45 milhões, contra um lucro líquido de EUR403 milhões no ano anterior.

Ao mesmo tempo que apresentou os resultados, a Galp divulgou que chegou a acordo com a Allianz Capital Partners para a venda de 75,01% da sua participação na Galp Gás Natural Distribuição S.A. por EUR368 milhões.

– Por Pedro Barros Costa (pedro.costa@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.