Galp passa a prejuízo no 2T, deixa dividendo em aberto

0

LISBOA (DJ Bolsa/Webtexto)– A Galp Energia disse, esta segunda-feira, que a pandemia de coronavírus afetou os resultados da empresa e levou a um prejuízo no segundo trimestre do ano. A incerteza criada pelo impacto da pandemia no mercado petrolífero levou a Galp a cortar as projeções para os preços do petróleo e cria dúvidas sobre o pagamento de dividendos.

A Galp registou um prejuízo líquido ajustado a custos de substituição — o indicador mais seguido pelos analistas, que exclui a volatilidade associada às flutuações dos preços do petróleo — de 52 milhões de euros ($60,8 milhões), um valor que compara com um lucro de EUR199 milhões no período homólogo.

As vendas da petrolífera caíram para cerca de EUR1,97 mil milhões no segundo trimestre, contra cerca de EUR4,59 mil milhões no trimestre homólogo.

A Galp reviu em baixa as estimativas de curto, médio e longo prazo para os preços do petróleo, “tendo em conta os desenvolvimentos recentes e as perspetivas de mercado”. A petrolífera estima que o preço do Brent ronde em média os $40 por barril este ano, face aos $65 esperados anteriormente.

Relativamente ao dividendo, a Galp não anunciou um retorno aos acionistas com base nos resultados do total do primeiro semestre e disse que o pagamento de um dividendo anual vai depender do desempenho da firma no total do ano.

O resultado operacional ajustado a custos de substituição diminuiu para EUR291 milhões contra EUR615 milhões no mesmo período do ano passado.

Em termos operacionais, a margem de refinação caiu para $1,8 por barril face a $3 por barril no segundo trimestre de 2019. Ao passo que o preço médio do dated Brent caiu para $29,5 por barril, contra $68,9 por barril no segundo trimestre de 2019.

A produção média net entitlement foi de 130.300 barris por dia, frente a 109.700 barris por dia.

O crude processado pelas refinarias desceu para 13,4 milhões de barris, face a 26,1 milhões de barris registados no período homólogo.

O prejuízo líquido não ajustado foi de EUR154 milhões face a um lucro de EUR231 milhões no trimestre homólogo. No total do primeiro semestre, o prejuízo líquido ajustado a custos de substituição foi de EUR22 milhões contra um lucro de EUR303 milhões no ano anterior.

As ações da Galp fecharam sexta-feira a valer EUR10,35.

– Por Eduardo Correia (eduardo.correia@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.