Google despede empregado que criticou iniciativas de diversidade

0

(DJ Bolsa)– A Google despediu na segunda-feira um empregado que escreveu um memorando interno a sugerir que os homens estão mais talhados do que as mulheres para trabalhos tecnológicos, escalando um debate sobre a liberdade de expressão na empresa.

O CEO da Google, Sundar Pichai, disse num email aos seus trabalhadores que o memorando do empregado viola a política da empresa. A Google, uma unidade da Alphabet Inc., não identificou publicamente o autor do memorando.

O engenheiro de software, James Damore, que disse num email ter escrito o memorando e sido despedido por causa dele, disse que está a considerar opções legais contra a Google pelo despedimento, depois de ter-se queixado às autoridade federais do trabalho sobre os alegados esforços dos responsáveis da empresa para o silenciar.

Damore publicou um memorando interno em que critica os esforços da Google para aumentar a diversidade na empresa, alegando que o programa discrimina alguns empregados.

– Por Jack Nicas (jack.nicas@wsj.com)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.