MARKET TALK: Inflação de Portugal volta a abrandar em junho

0

(DJ Bolsa/Webtexto)– Pela segunda vez consecutiva, a inflação de Portugal abrandou em termos homólogos, com o índice de preços no consumidor, ou IPC, a subir 0,9% em junho, face aos 1,5% de maio. A variação mensal do IPC foi de -0,4%, diz o instituto nacional de estatísticas. Na origem desta desaceleração está sobretudo o abrandamento dos preços dos alimentos e das bebidas não-alcoólicas. A classe de Restaurantes e Hotéis também voltou a penalizar o indicador este mês, com um abrandamento dos preços, embora tenha voltado ser um dos setores que mais contribuiu positivamente para a inflação. Já o índice harmonizado acelerou menos 0,7 pontos percentuais em termos homólogos, registando uma variação de 1,0% face a junho de 2016. Em cadeia, caiu 0,5%. Quanto ao indicador de inflação subjacente — que exclui a volatilidade dos produtos alimentares não transformados e energia — abrandou em termos homólogos para +1,1%, face aos +1,2% em maio. (goncalo.amaro@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.