Portugal: Comissão Europeia agrava previsão de contração para 9,8% em 2020

0

LISBOA (DJ Bolsa/Webtexto)– A Comissão Europeia disse esta terça-feira que a economia de Portugal deve contrair 9,8% este ano, um agravamento face aos 6,8% previstos em maio. Contudo, prevê uma recuperação mais forte para o próximo ano, de acordo com o relatório de previsões económicas de verão.

A Comissão Europeia prevê que o crescimento de 2021 ascenda a 6%, mais do que os 5,8% projetados no relatório de primavera.

O braço executivo da União Europeia diz que o setor da hotelaria tem sido o mais afetado pelos efeitos da pandemia e estima que o turismo continue a enfrentar dificuldades.

Pela positiva, a Comissão Europeia destaca que o desemprego tem mantido uma nota de estabilidade entre os 6,2% e os 6,3% em março e abril.

Com o fim das medidas de confinamento a arrancar em maio, a Comissão Europeia diz que a atividade tem estado a melhorar lentamente para muitos setores, mas para empresas de ramos como a hotelaria e companhias aéreas, a atividade “deve manter-se bastante abaixo dos níveis pré-pandemia por um período prolongado”.

Em relação às estimativas para a inflação, a Comissão Europeia espera que o índice harmonizado de preços no consumidor, ou IHPC, se mantenha inalterado este ano, contra a queda de 0,2% esperada em maio. Para 2021, a estimativa mantém-se num crescimento dos preços de 1,2%.

– Por Eduardo Correia (eduardo.correia@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.