Portugal: Confinamento regressa em algumas zonas da região de Lisboa

0

LISBOA (DJ Bolsa/Webtexto)– O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou esta quinta-feira o regresso do dever de confinamento domiciliário em 19 freguesias da Área Metropolitana de Lisboa, ou AML, onde se manterá o estado de calamidade.

A medida abrange freguesias dos concelhos de Odivelas, Amadora, Loures, Sintra e Lisboa, onde foram detetados focos de aumentos das infeções por coronavírus.

Além do dever de recolhimento domiciliário nestas freguesias, que excetua situações como deslocações para o trabalho ou compras, ficam proibidos os ajuntamentos de mais de cinco pessoas.

A restante AML também vai continuar a ter medidas mais restritivas do que o resto do país, como o encerramento da maior parte dos estabelecimentos comerciais às 20 horas locais e a proibição de ajuntamentos de mais de 10 pessoas.

De acordo com esta nova fase, a AML passa a estado de contingência, exceto as freguesias em causa, enquanto o restante território de Portugal continental passa a estado de alerta.

“A situação é distinta do resto do país e por isso temos de adotar medidas distintas para esta região”, justificou António Costa, numa conferência de imprensa após o conselho de ministros em que foram tomadas as decisões.

As medidas, que entram em vigor a 1 de julho, serão reavaliadas passados 15 dias.

– Por Pedro Barros Costa (pedro.costa@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.