Portugal: Governo reintroduz confinamento parcial para travar Covid-19

0

LISBOA (DJ Bolsa/Webtexto)– O governo de Portugal anunciou no sábado um reforço das medidas de restrição a nível nacional para combater a pandemia do coronavírus.
Nos concelhos mais afetados pela segunda vaga de infeções, aqueles que superam os 240 casos por cada 100.000 habitantes, o executivo impôs restrições de caráter social como o dever cívico de recolhimento domiciliário e a limitação da celebração de eventos até cinco pessoas.
O primeiro-ministro de Portugal, António Costa, anunciou também ajustes ao retalho e à restauração. A maioria dos estabelecimentos comerciais passa a fechar às 2200 TMG, enquanto os restaurantes terão de encerrar até às 2230 TMG. Já as feiras e mercados de levante foram proibidos.
O teletrabalho também volta a ser obrigatório, nos casos em que existe essa possibilidade.
As medidas, que abrangem 121 concelhos e cerca de 7,1 milhões de habitantes, vão ser aplicadas a partir de quinta-feira, por um período mínimo de quinze dias.
Esta segunda-feira, o Presidente de Portugal, Marcelo Rebelo de Sousa, recebe António Costa e os restantes partidos em Belém para discutir um possível regresso ao estado de emergência.
– Por Gonçalo Saraiva Amaro (gonçalo.amaro@webtexto.pt)

Partilhar

A seção de comentários está encerrada.